Páginas

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Sentimental

Pérola Bensabath
Salvador, BA, Brasil
@: perolabensabath@hotmail.com

Por um instante apenas tu interrompes nossos beijos e percebes meu lasso corpo. Olhas atentamente e sorri com paixão. Sob teu olhar que arrebata, minhas faces coram e sou, outra vez, a virgem imatura que desnudastes um dia.
É também na troca de olhares e segredos que se constitui nosso prazer carnal. E te digo com carícias ternas que a mulher que existe em mim está ansiosa para se descobrir e ser conduzida... por toda a vida. Teu olhar de prazer, de cobiça, transmite meus anseios e há na nossa sensualidade uma espécie de alegria cósmica. Transcendente. Imutável. 
E dividimos lençóis, afagos e carícias... Tão especial! E é tão sublime este sentir em que às vezes transgredimos o sentido da decência e nos transportamos não só ao sexo, mas também ao afeto. Ao tão propalado amor... Este amor completo que celebramos quando misturamos secreções e sentimentos.
Eu e você alimentados por este nosso contínuo descobrir... Tantos anos juntos e nos redescobrimos a cada acasalamento. Vai... invade minh’alma, meu corpo, minha razão, me faz tua fêmea. Presenteia-me com tua aura masculina. Ofereço-te, em troca, minha ternura de aura feminina. Enche-me com tua essência, com tua presença... cerca-me! 
E hoje, quero me entregar de forma diferente, pois me apavora que entremos num cotidiano de tédio. Preciso inovar. Aí, imaginativa, me afasto dos lençóis abandonando teu corpo na cama e ao som de um tango, acaricio os seios e me requebro... porque não existe um movimento feminino mais sensual que o dos quadris... E uma parte mais bonita do corpo feminino... que os seios.
E tu acendes a chama e me ascende ao infinito sensual no roçar de lábios... tocando-me e aflorando todo o meu ser... sentimental!

Nenhum comentário:

Postar um comentário