Páginas

quarta-feira, 1 de março de 2017

À beira mar

Por Marta Amaral
Arapiraca, AL
Imagem: ogimg.infoglobo.com.br
Baseado no filme, Manchester à beira Mar. Ganhador OSCAR - 2017 - que conta a história de uma tragédia de um homem, que tinha uma vida feliz com sua família, mas de repente perde tudo que conquistou no meio de um incêndio. Agora passa a viver uma vida solitária, cheia de amarguras pelo passado.
O que é a vida no meio dos desafios, da solidão ou mesmo no deserto do silêncio? Um dia temos tudo: família, amigos, trabalho Etc., no outro acordamos com aquela sensação de que não temos nada. O vazio dentro de si mesmo.
E como dizia Nietzsche “que se você olha muito tempo para o abismo, ele te olha de volta”.
Não podemos viver em direção ao passado; o passado é um abismo que escorrega querendo nos devorar por completo.
Quando isso acontece é como uma atmosfera bem amarga que toma conta de todo nosso ser.
Ficamos sem saber o que é certo ou errado, um sentimento de culpa, por algo que não deu certo.
Afinal de conta somos seres humanos gerados por diversos sentimentos e ficamos angustiados quando nos tornamos reféns.
É preciso compreender em outro nível, de maneira que as lembranças não machuquem o presente, não podemos ter uma vida melodramática onde as lágrimas se tornem o destaque do nosso cotidiano.
O maior desafio disso tudo é saber dar a volta por cima; acreditar na grandeza de um sorriso.
São nas reflexões que podemos encontrar a saída, não deixando essa melancolia generalizar e se instalar dentro do nosso verdadeiro “eu”. A vida, em si, é um adjetivo que traz vários comportamentos e, é claro, não podemos pensar que a solidão e suas facetas nãos existem.
Mas também, podemos pensar de forma diferente, onde podemos ganhar ensinamentos de como lidar com ela. Não importa o que vivemos. De uma maneira ou de outra temos que aprender a lidar com a dor, seja ela qual for.
Olhar para frente e seguir adiante; jamais deixar que as travessuras da vida atrapalhem o nosso caminhar, mesmo que os pensamentos, quase inconsciente, nos digam que a vida é difícil.
Pois bem sei, que nada é fácil, mas também não é impossível sair de dentro de um oceano de amarguras vivido pelo passado.
O sucesso para ser feliz é jogar fora o que não faz bem, passado é passado... Viver o presente é alegria de saber viver.
Então sorria para vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário